Entre em contato

Nome (obrigatório)

Email (obrigatório)

Assunto

Mensagem

Galerias / Galleries

Voltar

Fechar

TUNGA- Uma partida de xadrez/ Inside up upside down

2014
  • Os deuses e os homens estão reunidos, como de costume. Zeus está ali, na primeira fila, e encarrega Prometeu de proceder à repartição. Como este vai agir? Traz um grande bovídeo, um touro fantástico, que ele mata e depois retalha. Corta o animal em duas partes, não em três. Cada porção, devidamente preparada por Prometeu, vai determinar a diferença de estatuto entre deuses e homens. Isto é, na fronteira desse corte vai se delinear a fronteira que separa os homens dos deuses.

    Prometeu age como num sacrifício grego corrente: mata o animal, retira a pele, e depois começa o corte. A primeira operação consiste em descarnar inteiramente os ossos compridos, os dos membros anteriores e posteriores, os ostéa leuká, que são limpos para retirar toda a carne que os envolve. Terminado esse trabalho, Prometeu junta todos os ossos do bicho. Com eles forma um monte, que envolve em uma fina camada de gordura branca e apetitosa. Está pronto o primeiro pacote. Em seguida, prepara o segundo. Neste, Prometeu coloca todas as kréa, as carnes, tudo o que se come. Essa carne comestível é coberta com a pele do touro, e o pacote é posto na gastér; ou seja, no estômago, na barriga do animal, viscosa, feia e desagrádavel de se ver.

    Assim se apresenta a divisão: de um lado, o sebo apetitoso envolvendo só os ossos nus; de outro, um bucho pouco apetitoso dentro do qual está tudo o que é bom para comer. Prometeu põe as duas partes na mesa, diante de Zeus. Dependendo da escolha deste, vai-se traçar, de uma ou outra forma a fronteira entre os homens e os deuses. (...)"

/